For more extensive artist's bio, articles and list of exhibitions, visit artist(s) website(s). Many of the images displayed on this site are copyrighted, and are used here only for purposes of education or critical review. All rights are reserved by the artists who created the works referenced herein.

Painting is silent poetry, and poetry is painting that speaks. Simonides

Maria Teresa Crawford Cabral












Maria Teresa Crawford Cabral



( Lisbon 1959) Since 2008 represented at the Berardo Collection with 176 WorksStarting from the Inspiration of the Surrealists, automatic writing, and with the propose to catch reality in his emergence, before his translation in concepts, and consequently before its conversion in rational Narrative, I develop the evidences of my automatic-reading-and-writing-game in its aesthetic spectrum, never asking: why or what for?


Location
Dortmund, Germany


Work

Solo museum/exhibitions: "Casa das Mudas" Madeira, from 06.05.2008 until o6.01.2009
"Sintra Museu de Arte Moderna" Sintra/Lisbon, from 11.11.2010 until 20.03.2011.
link: www.berardocollection.com Arts



Education

( Painting and drawing) at AR.CO in Lisbon/ Portugal (1977-1980) Philosophy at the Humanities Faculty of Lisbon University, graduated (1977-1985) Design at the University of Applied-Sciences in Dortmund /Germany, graduated : Diploma (1995-2002).,


Facebook Page














..."Maria Teresa Crawford Cabral nasceu a 2 de Setembro de 1959, em Lisboa. A incursão no desenho e na pintura começou ainda em criança, sob a influência da avó Maria Franco, sobrinha de Henrique e Francisco Franco, a quem os pais, após partirem para Angola, haviam-na deixado ao cuidado. Nesta relação com a avó, por sua vez, discípula familiar de Henrique e Francisco Franco, Maria Teresa adquiriu desde muito cedo o gosto pelas artes plásticas.

Em meados dos anos 60 foi para África, ao encontro dos pais e aí frequentou um atelier para adultos, na Câmara Municipal de Sá da Bandeira. É nesta altura, ainda enquanto adolescente, que começa a pintar a óleo, de uma forma praticamente autodidacta, esclarecendo algumas técnicas de pintura com os frequentadores do referido atelier. Em 1974/75, como tantos outros residentes das ex-colónias regressou a Portugal com a família. Depois de concluir o liceu em Lisboa, matriculou-se na escola de artes Ar.Co – Centro de Arte e Comunicação Visual. Entre 1977 e 1980 frequentou os ateliers/cursos de João Hogan, Manuel Costa Cabral, António de Sena e Nuno da Câmara Pereira. Simultaneamente, formou-se em Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, considerando que a relação entre estas duas disciplinas, a pintura e a filosofia, uma criativa e a outra reflexiva, foi complementar para o seu percurso profissional.

Após terminar a licenciatura de Filosofia, em 1985, mudou-se para a Alemanha, onde reside actualmente. O motivo da mudança foi o casamento com Matthias Mocarski, de nacionalidade alemã. Nos primeiros anos, a viver em Dortmund, fez um interregno na carreira artística por razões financeiras.

A necessidade então de trabalhar para sobreviver levou-a a executar vários tipos de trabalhos, desde leccionar aulas de Português, no Auslandsinstitut e na Berlitz Schule, à locução e jornalismo radiofónico na WDR (rádio oficial da região) durante vários anos.

Em 1994, voltou à actividade artística. Para aprofundar os conhecimentos e técnicas, matriculou-se na Escola Superior Técnica de Design, Fachhochschule Dortmund, nos estudos de Design Gráfico e Comunicação Visual. Concluiu a formação em 2002, e dessa data até 2006, continuou a frequentar as aulas de Akt-Zeichnen (desenho modelo), do professor, desenhador e escultor Peter Freese, o qual teve uma presença fundamentalno desenvolvimento da sua actividade artística. Nesta Escola foram importantes para o seu percurso os encontros com os artistas plásticos Hartmut Böhm, Willo Goenissen e H. Schrader e a frequência dos seus cursos.

Até 2001, Maria Teresa atravessou uma fase experimental abstracta, que rapidamente pôs de lado. Iniciou uma nova fase em cuja temática assentou na representação concreta da figura humana. Terminou nesta altura, Die Dreizehn Vortlönen (Os Treze Prétlönistas), a série de obras complexas que, de certo modo, revelaram a maturidade artística, através de uma abordagem temática mais conceptual.

A primeira exposição individual surgiu em Junho de 2005, na Galeria do Teatro Fletch Bizzel, proposta pelo “Dortmunder Gruppe”, em Dortmund. Dois anos mais tarde, integrou a exposição colectiva Grafik aus Dortmund, na Berswordt-Halle, com 48 artistas da Região e foi nomeada membro da Liga Deutscher Werkbund. Em 2008, iniciou a docência da cadeira de desenho de modelo na Ruhrakademie (Academia de Artes, Design e Cinema), em Schwerte.

Nesse mesmo ano, o coleccionador português, o Comendador José Berardo, adquiriu toda a sua colecção particular, resultando na organização da exposição no Centro das Artes Casa das Mudas, Calheta, Madeira, intitulada A Mãe das Mães. Pintura e Desenho de Maria Teresa Crawford Cabral, que agora se apresenta no Sintra Museu de Arte Moderna - Colecção Berardo."...












 






No comments:

Followers

Blog Archive

Labels

Related Posts with Thumbnails